4 Dicas Incríveis para Você Iniciar a Malhação Hoje Mesmo

Quando você começa a malhar é difícil entender como as pessoas gostam daquilo, não é mesmo? É preciso, portanto, de algumas dicas para que você consiga começar a malhar e a tomar gosto por aquilo.

Que tal dar uma chance a você mesmo e começar a malhar?

Se você nunca treinou ou nunca ficou mais que algumas semanas na academia e agora quer tentar de verdade este texto será seu novo guia nessa sua nova jornada. Vamos falar sobre os 4 passos para começar a malhar e como eles influenciam nesse seu novo estilo de vida.

Neste artigo iremos te falar como escolher uma academia, como funciona a avaliação física, a definição de seus objetivos e como se alimentar bem.

Preparado?

Boa leitura.

Atestado Médico e Escolha da Academia

Para que você comece a malhar efetivamente, é preciso um atestado médico indicando que você está apto para praticar as atividades físicas correspondentes. Aproveite esse momento para fazer um check up e conferir se está tudo ok com sua saúde.

Hoje em dia, muitas academias possuem médicos que trabalham em suas equipes, esse profissional pode te examinar e conferir se você está pronto para praticar exercícios.

Em todo caso, com exames feitos e aprovação médica, você poderá começar sua jornada na academia mais próxima de sua casa. Quando dizemos mais próximas, realmente queremos dizer que malhar em uma academia de fácil acesso, em que você possa ir a pé ou de bicicleta, fará toda a diferença nos dias de chuva ou naqueles dias que você estiver desanimado.

Algumas pessoas gostam de malhar próximo ao trabalho, essa ideia também é bem válida, pois poupa tempo, mas isso pode acabar sendo um empecilho para treinar em dias de folga, nas férias ou até nos finais de semana para aqueles que são mais assíduos. Sem falar que a autossabotagem pode fazer você esquecer o tênis um dia, a roupa no outro, as meias em outro e por ai vai.

Os motivos que você encontrará para desistir serão vários. Na hora de escolher sua academia pense em alguns pontos como as atividades que você gostaria de fazer e quais atividades a academia oferece, os dias e os horários de funcionamento, se tem cantina ou lanchonete no local ou por perto, se a academia oferece armário e se eles são pagos ou não.

Malhando Bem
Malhando bem

Avaliação Física (e Psicológica!)

Depois de você fazer sua matrícula, terá que marcar sua avaliação física. Esse é um passo muito importante para analisar sua condição inicial, pois dessa forma você poderá traçar objetivos específicos dentro da sua realidade.

Quando tiver que marcar a avaliação física novamente saberá o quanto evoluiu. E essa evolução não é só em relação ao seu peso, mas também com relação à postura, resistência, força, flexibilidade, entre outros.

Com o resultado da sua avaliação, agora você precisa escolher o que gostaria de fazer na academia. Você pode fazer musculação ou aulas coletivas como jump, spinning, yoga, combat, step e até lambaeróbica.

O importante nesse primeiro momento é se movimentar e sair da zona de conforto em que você se encontrava.

Defina seus Objetivos

Obviamente devemos fazer o que gostamos, mas se você quer hipertrofiar a musculatura, treinamento com peso é indispensável. A musculação ajuda e muito no emagrecimento, mais até que o aeróbico, além de garantir que os quilinhos a menos não venham acompanhados de flacidez.

É comum encontrar pessoas que praticam atividade física constantemente, fazem dieta e não veem diferença na balança por conta de não praticarem a musculação. A causa disso, portanto, pode ser ganho de massa magra, ou seja, músculos, e músculos ocupam menos espaço que gordura.

Isso quer dizer que peso na balança não quer dizer nada, você precisa saber da composição corporal e saber que ter músculos não quer dizer que você precisa ser super musculosa.

Na verdade esse é um dos maiores mitos sobre a musculação para mulheres. As mulheres precisam de esforço e dedicação, tanto nos treinos como na alimentação, muito maiores do que os homens para conseguirem um ganho de massa muscular considerável.

Isso acontece porque a construção de músculos está relacionada à testosterona, hormônio presente em maior quantidade nos homens. Então, nem comece a falar que não treina pesado porque tem medo de ficar masculinizada. Para isso, você precisaria, além de pegar muito pesado, de 20 a 30 vezes mais testosterona.

Alimentação: Pare de Comer – Nutra-se

É preciso adequar sua alimentação ao seu novo estilo de vida mais saudável. Não é porque começou a praticar exercícios que agora pode comer à vontade. Esse é um erro clássico de quem começa a malhar.

Muitas pessoas que pensam dessa maneira, não só engordam, mas veem suas taxas de glicose subirem de forma assustadora. Você não precisa ser obcecada por contar calorias, mas é necessário ter certo controle.

Inclusive, um dos maiores mitos que impedem você de emagrecer de vez e com saúde é justamente ficar contando calorias. Cada alimento é absorvido e assimilado pelo organismo de uma forma e por isso, nem todas as calorias são iguais. Não há exercício que compense excessos alimentares diários.

Obviamente que não é para você ficar neurótico e parar de comer todos os alimentos engordativos possíveis de uma vez só. É preciso ir aos poucos. Isso tudo faz parte de um processo, comece acrescentando alimentos saudáveis a sua rotina, como legumes, verduras, ovos, oleaginosas, etc.

Acrescentar é sempre mais fácil que retirar. Por isso que falamos aqui sobre alimentos que você precisa incluir na sua rotina para iniciar a sua estratégia da adição que é uma tática muito eficiente para emagrecer e ter muito mais saúde ao mesmo tempo.

Gradualmente, vá diminuindo a quantidade de refrigerante, depois de álcool, açúcar, produtos industrializados, mesmo aqueles que auto-denominam saudáveis. Sempre dê preferência à comida caseira, ou seja, comida de verdade.

Para ajudar naquele momento difícil, pense no quanto você se esforçou e literalmente suou a camisa naquele dia antes de sair comendo aquela pizza que sobrou do final de semana com um copão de Coca-Cola.

Uma alimentação balanceada fará toda a diferença nos seus resultados, seja para emagrecer, seja para ganhar músculos.

Procure por um nutricionista, de preferência esportivo ou funcional, para auxiliar você nessa sua nova jornada. Ele vai montar um planejamento alimentar único, de acordo com a sua rotina, restrições e objetivos. Converse com ele, seja franco e fale o que não gosta de comer e do que abre mão. Aos poucos, vocês conseguirão chegar a um consenso. E conforme você for ajustando a qualidade da sua alimentação, a quantidade também vai ser algo natural. Seu corpo é quem vai dizer do que você precisa ou não. Por isso, escute-o.

Agora, compartilhe estas dicas com seus amigos e até a próxima.

Recomendados: