Saiba o Por que Você Segue Ganhando Peso – Descubra o que Ocorre

Se você começou a consumir mais calorias do que o habitual ou se parou com os exercícios, você não ficaria surpreso se os números na balança começassem a subir. Mas e se você estiver fazendo tudo certo, mantendo sua dieta e seus exercícios, e mesmo assim seu peso continua subindo? É hora de se aprofundar um pouco mais e descobrir o que pode estar acontecendo.

O Seu Sono

Existem dois problemas relacionados ao sono e ao ganho de peso. Em primeiro lugar, se você costuma ficar acordada até tarde, as probabilidades são maiores de que você está fazendo algum lanchinho tarde da noite, o que significa mais calorias para a conta. A outra razão envolve o que está acontecendo em seu corpo quando você está privado de sono. Alterações nos níveis hormonais aumentam a fome e o apetite e também fazer você se sentir não tão cheio depois de comer, ou seja, seu sono deve estar regulado.

Estresse

Quando as demandas da vida ficam muito intensas, nossos corpos entram em modo de sobrevivência. O cortisol, ou “hormônio do estresse” é secretado quando estamos nessa situação, o que provoca um aumento no apetite. E naturalmente, nós normalmente preferimos um doce ou um hambúrguer para compensar isso, aumentando muito as calorias em épocas de stress. Esta combinação é um terreno fértil perfeito para o ganho de peso.

Antidepressivos

Um efeito colateral infeliz de alguns antidepressivos é o ganho de peso. Converse com seu médico sobre como fazer alterações no seu plano de tratamento se você acha que seu antidepressivo está causando ganho de peso. Mas nunca pare ou mude sua medicação por conta própria.

Perceba que algumas pessoas experimentam ganho de peso após o início de um tratamento simplesmente porque estão se sentindo melhor, o que leva a um apetite melhor. Além disso, a depressão em si pode causar alterações no peso.

Esteroides

Medicamentos anti-inflamatórios esteroides são conhecidos por causar ganho de peso. Retenção de líquidos e aumento do apetite são as principais razões para tal. Algumas pessoas também podem ver uma mudança temporária onde seu corpo mantém a gordura em lugares como o rosto, a barriga ou a parte de trás do pescoço.

Porém, se você tomou esteroides por mais de uma semana, não pare de toma-los abruptamente, pois isso pode levar a sérios problemas. Fale com seu médico primeiro.

Outros Medicamentos que Podem Causar Ganho de Peso

Vários outros medicamentos prescritos estão ligados ao ganho de peso. A lista inclui medicamentos antipsicóticos (usados ​​para tratar distúrbios como esquizofrenia e transtorno bipolar), juntamente com medicamentos para tratar enxaquecas, convulsões, pressão alta e diabetes. Fale com seu médico para encontrar uma medicação que trate seus sintomas e diminua os efeitos colaterais.

Não Culpe a Pílula

Contrariamente à crença popular, a combinação de pílulas anticoncepcionais (estrogênio e progestina) não causam ganho de peso duradouro.

Algumas mulheres que tomam pílula podem experimentar algum ganho de peso relacionado à retenção de líquidos, mas isso geralmente é de curto prazo. Se você ainda está preocupada com o possível ganho de peso, fale com o seu médico.

Hipotireoidismo

Se a sua tireoide (a glândula em forma de borboleta na frente do seu pescoço) não está produzindo o hormônio da tireoide de maneira eficiente, você provavelmente está se sentindo cansado, fraco e ganhando peso. Sem um estoque suficiente do hormônio da tireoide, seu metabolismo diminui, tornando o ganho de peso mais provável.

Ainda devemos lembrar que mesmo uma tireoide que funciona na extremidade inferior do intervalo normal pode causar ganho de peso, e apenas o tratamento do hipotireoidismo com medicação pode reverter parte desse ganho de peso.

Não Culpe a Menopausa

A maioria das mulheres ganha algum peso na época da menopausa, mas os hormônios provavelmente não são a única causa disso. O envelhecimento diminui o seu metabolismo, e seu corpo passa a queimar menos calorias.

Não Culpe a Menopausa
Não Culpe a Menopausa

As mudanças no estilo de vida (como se exercitar menos) desempenham também um papel importante. Onde o ganho de peso pode estar não estar relacionado à menopausa, mas sim com o aumento de gordura acumulada em torno de sua cintura, que agora é maior do que o acumulo em seus quadris e coxas.

Síndrome de Cushing

O ganho de peso é um sintoma comum da síndrome de Cushing, uma condição em que você está exposto a muito do hormônio do estresse, o cortisol, que por sua vez, gera ganho de peso e outras anormalidades.

Você pode desenvolver a síndrome de Cushing se você fizer uso de esteroides para a asma, artrite ou lúpus. Também pode acontecer quando suas glândulas suprarrenais produzem muito cortisol, ou pode ainda estar relacionada a um tumor. O ganho de peso pode ser mais proeminente em torno do rosto, pescoço, parte superior das costas ou cintura.

Síndrome do Ovário Policístico (SOP)

A síndrome do ovário policístico é um problema hormonal comum em mulheres em idade fértil, onde é registrado o aparecimento de muitos cistos pequenos em seus ovários.

Essa condição leva a desequilíbrios hormonais que afetam o ciclo menstrual de uma mulher e pode levar a pelos extras no corpo e aumento da acne. As mulheres com esta condição são resistentes à insulina (o hormônio que controla o açúcar no sangue), por isso ela pode ainda causar ganho de peso. O acumulo de gorduras tende a ficarem torno da barriga, colocando estas mulheres em maior risco de doença cardíaca.

Parar de Fumar

Parar de fumar é uma das melhores coisas que você pode fazer para sua saúde, porém, quando você para, você pode ganhar algum peso, mas talvez menos do que você pensa. Em média, as pessoas que param de fumar ganham menos de 10 quilos. Você deve parar de sentir fome depois de várias semanas, o que tornará mais fácil para ajudar a perder qualquer peso que você ganhou.

Seja qual for o Motivo do Seu Ganho de Peso, Fique Ligada Nessas Regras

Regra 1

Não pare de tomar qualquer medicação sem antes consultar o seu médico. Reconheça a importância do medicamento que você está tomando, pois isso pode ser essencial para sua saúde. Além disso, algo mais pode estar causando seu ganho de peso. Seu médico pode ajudá-la a descobrir o que está acontecendo.

Regra 2

Não se compare com outras pessoas que tomam os mesmos medicamentos que você. Nem todas as pessoas experimentam os mesmos efeitos colaterais na mesma droga. Mesmo se uma droga causou a perda de peso em alguém, o mesmo pode não ser verdade para você.

Regra 3

Lembre-se que se o ganho de peso é apenas relacionado à retenção de líquidos, essa condição não é permanente e nem é ligada ao ganho de gordura. Uma vez que você está tomando algum remédio ou sua condição está sob controle, o inchaço da retenção de líquidos pode diminuir. Mantenha uma dieta de baixo teor de sódio, e isso irá ajudar bastante.

Regra 4

Descubra se o ganho de peso vem de uma diminuição do seu metabolismo, de uma condição médica ou de uma medicação. E se assim for, reserve um tempo para participar de atividades de aceleração de metabolismo. Mexa-se e pratique exercícios!

Recomendados: