[Entenda] Tudo Sobre Nutrição – A Verdade que Nunca te Contaram

Você já percebeu a quantidade de mitos e informações enganosas, que existem na internet, quando o assunto são as dietas? Certamente que sim. Por isto é tão importante estar por dentro de tudo sobre nutrição.

Estamos nos referindo à fatores essenciais que permeiam uma alimentação saudável e emagrecedora. Queremos te mostrar o que é verdade e o que não é, dentro deste tema.

Tudo Sobre Nutrição: Sua Dieta em Pratos Limpos

Aposto que você deve estar se perguntando: – Espera ai! Isso é possível? Tem jeito de saber o que realmente funciona ou não nas dietas?

– Nossa resposta é: Sim! Muita coisa que tem sido divulgada está comprovada cientificamente. Mas, também existem as que são apenas mitos. Aqui você poderá tomar conhecimento de diversos fatores, investigados e experimentados pela Ciência da Nutrição.

Também poderá conhecer algumas informações que fazem parte, apenas do senso comum. Trata-se de alguns fatos sobre dietas que estão somente na boca do povo, não possuindo nenhum suporte cientifico.

Então? Está pronto para conhecer tudo sobre nutrição e colocar sua dieta em pratos limpos?

Tudo Sobre Nutrição:  Conheça Verdades Investigadas por Estudos Científicos

Muitas afirmações sobre a melhor maneira de emagrecer vêm de encontro ao que já sabemos. Algumas destas afirmações são verdadeiras e quando praticadas a longo tempo e corretamente, realmente dão certo. Veja:

O Açúcar é Prejudicial à Sua Dieta e Causa Obesidade

Diversas pesquisas já comprovaram esta afirmação. O açúcar por mais doce que nos pareça, não é saudável. Atrapalha qualquer dieta por ser excessivamente calórico e possuir baixo valor biológico. Especialmente a frutose, presente em produtos industrializados.

Mas, não pense que o mal causado por este doce ingrediente é nocivo somente à seu corpo sarado. O açúcar em excesso interfere com o metabolismo, eleva a glicemia e provoca aumento das taxas insulínicas no sangue.

Sua ação em nosso organismo, além de não nos deixar emagrecer, pode ser causadora de problemas como:

  • Distúrbios metabólicos;
  • Elevação da adiposidade visceral (gordura visceral);
  • Obesidade;
  • Sobrepeso;
  • Resistência à insulina e consequentemente Diabetes II;
  • Doenças cardíacas, entre outros males.

Um estudo que demonstra este fato está publicado em The Journal of Clinical Investigation – Scholarly Science.

Excluir Completamente as Gorduras de Sua Dieta, Não te Faz Emagrecer

E isto ai, gente. Não adianta cortar toda a gordura de seu cardápio. Tirar toda a gordura do prato é simplesmente um mito. Não te ajuda a perder peso permanentemente. Aliás, pode até trazer sérias consequências, já que nosso corpo precisa dos lipídios.

Eles cooperam para nos conceder energia, favorecem a absorção de vitaminas e são fundamentais para a síntese de hormônios sexuais, entre outros benefícios.

A ausência total das gorduras no cotidiano alimentar pode causar graves irregularidades ao organismo. Porém, isto não quer dizer que as gorduras estão inteiramente liberadas e que podem ser consumidas sem controle. Você deve usufruir delas moderadamente, elegendo as melhores para seu consumo.

As frituras, gorduras Trans e óleos vegetais reaproveitados, por exemplo, constituem um verdadeiro mal, tanto para quem deseja emagrecer, quanto para a saúde.

O ideal é portanto, selecionar os tipos de gorduras a serem utilizadas e não exagerar em seu uso diário. As dietas de baixo teor de gorduras, falham na maior parte das vezes. Pesquisas como as que encontram-se publicadas em US National Library of medicine & health, e em British Medical Journal comprovam isto.

Estar por Dentro de “Tudo sobre Nutrição” é Saber Mais Sobre Proteínas

Muito se ouve falar contra as proteínas. O argumento é que elas fazem muito mal aos rins. Mas, boa parte desta afirmação é exagerada. O alerta sobre controlar as proteínas ingeridas serve para aqueles que já possuem problemas renais.

Proteínas
Proteínas

É fato que, para quem já está doente dos rins, o excesso de alimentos proteicos pode ser prejudicial. Porém, isto não se aplica às pessoas normais. Investigações nutricionais revelam que nem mesmo os fisiculturistas, que consomem altas porções deste macronutriente, têm a saúde prejudicada.

As proteínas são excelentes auxiliares para o ganho de massa magra. Isto eleva as condições para a conquista do ganho de músculos e emagrecimento. Saiba que quanto mais músculos temos, mais energia gastamos diariamente.

Nossa musculatura exige a queima de muitas calorias para se manter. Por isto, adicionar proteínas em seu prato, só vai te ajudar. Elas auxiliam a hipertrofiar e também ajudam a reduzir o percentual de gordura corpóreo.

Excluir Carboidratos é um Mito

Exclui carboidratos é o que muita gente faz. E realmente estas dietas sem carbos emagrecem, porém, apenas por algum tempo. Logo que estas pessoas retomam a vida alimentar normal, tornam a crescer. E aí crescem para todos os lados.

Muito se tem observado neste contexto. O que já se concluiu é que os indivíduos que fazem estas dietas de restrição de carboidratos, não emagrecem de verdade. Elas voltam a ganhar muito mais peso do que antes e passam a ser vítimas do efeito sanfona.

Muitos ensaios clínicos e experimentações foram realizados sobre esta questão. Os resultados apontam para a afirmação que diz que os carboidratos não devem ser excluídos, mas sim substituídos pelos complexos e integrais, que são cheios de fibras e possuem baixo índice glicêmico.

Trocando em miúdos, podemos dizer que: – Carboidratos sim! Ele devem estar em seu cardápio para pôr a dieta em pratos limpos.

Comer de 3 em 3 Horas Acelera o Metabolismo. Será Verdade?

Muito se tem discutido sobre esta questão, que tornou-se essencialmente polêmica. Uns defendem a frequência alimentar para garantir que o estômago permaneça cheio e que a fome não se imponha. Há ainda os que defendem o jejum intermitente. Mas, calma aí!  “Nem tanto ao céu, nem tanto ao mar”.

Pra começo de conversa todo exagero é ruim. O excesso nunca foi um benefício. Outro fator importante é que comer de 3 em 3 horas, na verdade, não acelera o metabolismo.

Ou pelo menos, sabe-se que não foi comprovado aumento significativo da taxa metabólica, nesta prática. Isto está discutido em Meal frequency and energy BalanceUS National Library of Medicine National Institutes of Health, e em British Journal of Nutrition.

Em certos casos, esta regularidade alimentar, muitas vezes forçada, pode até levar a engordar mais ainda. Não existem evidências que comprovem que a frequência de refeições regulares, melhore os resultados das dietas para perda de peso.

É verdadeira a afirmação de que há um ligeiro aumento metabólico quando se come uma refeição. Esta elevação metabólica, acontece no decorrer da digestão e deve-se ao efeito térmico provocado pelos alimentos.

Mas, o que vai realmente definir o gasto energético é a quantidade total de alimentos que se consome, e não a frequência. Portanto, comer elevadas porções em muitas vezes, é um tiro no pé. Cuidado!

Saber Tudo sobre Nutrição e ficar por dentro do que surge é legal, não é? Aposto que você gostou de perceber o quanto as pesquisas científicas têm se preocupado com a alimentação saudável e o bem estar. Esta atitude garante valiosas e verdadeiras informações para o público. Vale à pena a gente ler e explorar. Você concorda? Deixe seu comentário. Nos conte o que achou do post.

Recomendados: